O QUE SÃO

Pavimentos prefabricados
de betão

... ver mais

COMO SÃO

Aspetos do fabrico dos
pavês ...

... ver mais

APLICAR

Como executar e aplicar
pavimentos ...

DIMENSIONAR

Como dimensionar
pavimentos ...

... ver mais

COMO SE APLICAM | Assentamento de pavê


Assentar pavê é um processo construtivo faseado.
Construir e executar pavimentos rodoviários com elementos prefabricados em betão é um processo construtivo análogo à construção de qualquer outro tipo de pavimentos. Seguidamente a descrição das várias fases e processos da construção da estrutura de um pavimento:





“ … Um pavimento é uma estrutura constituída por um conjunto de multi-camadas colocadas sobre uma plataforma de suporte.
As camada de Sub-base e de Base dotam o pavimento da resistência mecânica necessária para suportar as cargas verticais induzidas pelo tráfego. Os materiais utilizados nestas camadas repartem as pressões sobre a plataforma de forma a manter as deformações ao nível dos limites admissíveis. São geralmente constituídas por materiais granulares …”
Directivas para a concepção de pavimentos – Critérios de Dimensionamento | Instituto de Infra-estruturas Rodoviárias IP


Planeamento e preparação do solo


Aferir a possibilidade de existência de redes de infraestruturas no local da obra, caso existam, referenciá-las e ajustar as condições do projeto.
Prever e definir as zonas de carga e descarga de materiais em função do desenvolvimento das frentes de obra.
Preparação do terreno existente
Após os movimentos de terras necessários, escavação ou aterro, o terreno deverá estar seco e limpo de matéria orgânica e reunir as seguintes condições:
1. Compactação adequada;
2. Uniformidade de comportamento – substituição de partes de terreno brando ou excessivamente duro;
3. Capacidade resistente mínima;
Tolerâncias de acabamento do piso: -50 mm; +15 mm



Sub-base

A camada de sub-base realiza-se em subcamadas com espessura suficientemente fina para que se obtenha, no final, o grau de compactação exigido e uniforme, em toda a sua extensão. Aspetos a considerar:
# materiais soltos britados, evitar a segregação destes materiais durante o seu transporte, descarga e execução do pavimento.
# materiais soltos estabilizados, (areias, argila, ...): devem reduzir-se os tempos entre aplicação de camadas.
# A densidade mínima do material compactado deverá ser maior ou igual a 95% da obtida em ensaio Proctor modificado.
# Não devem existir variações de espessuras da camada de sub-base superiores a 1/5 da espessura média definida para a globalidade do pavimento.
Tolerâncias de acabamento da camada Sub-base: -50 mm; +10 mm

A compactação é um dos aspetos fundamentais para qualquer pavimento flexível, e no caso dos pavimentos em pavê prefabricado de betão, a compactação inadequada contribui significativamente para rotura do pavimento.


Base

A compactação de bases granulares é realizada de forma idêntica à de uma sub-base granular, apresentando, no entanto, um grau de compactação superior, (cerca de 98% do obtido no ensaio Proctor modificado, para zonas de tráfico ligeiro, e 100% para zonas de tráfico pesado).
A superfície acabada deve ficar devidamente rigorosamente nivelada e plana não ultrapassando as tolerâncias exigidas, sendo que a superfície final do pavimento, após compactação devida à passagem dos veículos, refletirá todas as irregularidades da base.
Nota: a camada de areia não deve substituir o material da base, como forma de compensar níveis fora das tolerâncias especificadas.


Confinamento

Os pavimentos em pavê requerem um elemento que os confine e cuja função seja a de conter os impulsos do exterior sobre o pavimento e evitar a dispersão da areia constituinte do leito.

Elementos prefabricados betão

Elementos em pedra

Elementos em PVC/metálicos © Pave Tech Inc

# Em situações de pavimentos rodoviários ou pedonais em espaços públicos os bordos de confinamento, com elementos prefabricados de betão ou pedra (Lancis e Rampas) que requerem assentamento sobre betão ou argamassa, devem apoiar-se a cerca de 15 cm abaixo do nível inferior do pavê, com todas as juntas verticais seladas, e devem ser colocados antes da aplicação do pavê.
# Em situações de pavimentos em que os bordos de confinamento ficam fora da área de tráfego podem ser aplicados lementos em PVC ou metálicos, após a colocação do pavê


Camada de Assentamento

De facto trata-se de uma camada de areia, mas é o elemento fundamental do qual vai depender o comportamento do pavimento. A espessura da camada de areia deve ser da ordem dos 4 a 5 cm, ser o mais uniforme possível de modo a que não se molde às irregularidades possivelmente existentes na camada da base, e em termos de granulometria deve ser uma areia grossa.

© Pave Tech Inc


© Pave Tech Inc

# grau de humidade, compreendido entre os 6 a 8 %, com vista a se obter o melhor grau de compactação.
# realizada na medida do assentando o pavê, não deve permanecer exposta, e depois de nivelada não deve ser pisada.
# apenas deve ser compactada depois do assentamento do pavê.

Assentamento

Direção e Sequência de Assentamento do pavê, por onde começar a colocação?:
# Se o local de aplicação for inclinado, começar pelo zona mais baixa, subindo progressivamente.
A colocação do pavê pode ser manual ou mecânica, dependendo do tempo de realização da obra, da dimensão e da disposição do local de trabalho.
# Colocação mecânica é vantajosa em áreas amplas de grande dimensão (áreas industriais, portos), consegue-se uma redução do tempo bastante significativa face a uma colocação manual.
# Colocação manual é mais eficaz em zonas pedonais, pavimentos decorativos.
O assentamento das primeiras peças é muito importante, pois condiciona a colocação das seguintes.

Colocação Manual:
O assentamento manual deve ser realizado com a utilização de ferramentas e equipamentos adequados e especificos para cada tipo de peça.



© Pave Tech Inc

© Pave Tech Inc



O assentamento deve iniciar tendo como referência uma linha reta paralela ou ortogonal aos bordos de confinamento, em que os espaços existentes entre esta e os bordos, são preenchidos por peças cortadas ou guilhotinadas à medida desse espaço.

Peças guilhotinadas à medida - Rua de circulação rodoviária, Porto

# Espaço inferior a 4 cm deve-se preenchê-lo com uma mistura composta por 4 partes de areia e 1 de cimento.
# As peças devem ser colocadas com espaçamentos de 2 a 3 mm entre cada pedra, com uma tolerância de 1 mm.
# Após o assentamento as peças devem ser recalcados (nunca marteladas).
O assentamento deve ser feito de forma cuidadosa para não danificar as peças contíguas, não forçando as já colocadas, fazendo deslizar a peça para dentro da sua posição, mantendo uma pressão suave para a encostar às já colocadas, assegurando que não fique inclinada.

Até o pavimento ser compactado com o vibrador, não deve estar sujeito a qualquer carga que não seja o peso do indivíduo que o está a colocar e de suas ferramentas.
Quando as linhas definidas pelo modelo de colocação tendem a desviar-se, as uniões entre cada pedra devem ser reajustadas de forma a estabelecer o modelo inicialmente previsto, antes destas serem seladas. Em circunstância alguma deve pisar-se o leito de areia.

Colocação Mecânica:
A utilização de máquinas que permitem retirar o material embalado em camadas (paletes) e posicioná-lo no local preciso é uma vantagem em termos de rapidez de execução do trabalho. Por norma o pavê é fabricado com umas saliências laterais, para assegurar que durante a colocação seja mantido o distanciamento mínimo exigido, de 3 mm ( +-1 mm).

© Pave Tech Inc

© Pave Tech Inc



Para assentamento mecânico, as paletes devem ser prepareadas para o efeito, de acordo preparadas com a disposição pretendida.

Na execução do trabalho de assentamento devem ser corrigidos eventuais alinhamentos e desfazamentos das peças, para tal devem usar-se ferramentas adequadas para esse efeito.

Ajustamento de alinhamentos e substituição de peças - © Pave Tech Inc


Compactação

O processo de compactação do pavimento consiste no ajustamento ("acamamento") do pavê ao seu leito de areia. Deve realizar-se através de uma placa vibratória. As superfícies da placa e do pavimentos devidamente limpas e secas.

Equipamento de compactação - © Pave Tech Inc

A compactação deve realizar-se em duas fases:
# compactação do pavimento com as juntas meias cheias;
# compactação do pavimento com as juntas completamente cheias com areia fina, até ao seu estado final;

Em superfícies inclinadas a compactação deve realizar-se no sentido transversal à inclinação e no sentido ascendente.


Juntas

Enchimento das Juntas do Pavê com Areia. Após a primeira compactação, referida anteriormente, com as juntas meias-cheias espalha-se uma ligeira camada de areia para completar a selagem das juntas. Esta operação é especialmente importante para garantir o comportamento flexível do pavimento. Características da areia:
# granulometria muito fina
# completamente seca e limpa

Varrimento manual - © Pave Tech Inc

A areia deve ser varrida para dentro das juntas usando escovas manuais ou mecânicas, para que entre para dentro dos espaços existentes entre as pedras de pavê.
Depois das Juntas estarem cheias, procede-se à compactação final. A areia excedente deve ser varrida para fora do pavimento, após a compactação, e não retirada com água.

inicio